top of page

Crítica


Foto de Kyle Glenn (Unsplash)

Faz tempo que não se julga

Esqueceu que erra?

Ou não erra mais?

O que te fez esquecer de mim?

Autor era e agora jamais?

Cansou de escrever

Como com tudo que faz?

Sou só mais um

Interesse passado?

Não sofre mais por mim

Não sou idolatrado.

Ainda se diz autor?

Pobre coitado

Corre mais um pouco

Você anda meio largado

Melhorou o que?

Virou comediante, seu gato pingado?

O que você sente aí?

É algo válido?

É real ou alucinado?

Me diz sobre você

O quanto você é inventado?

Robô de outro

Autômato quebrado

No fim descartado.

Tenta se construir

Mas no final, desiludido, é fracassado.

Até mais, autor passado

Escreva pra mim

Quando estiver pronto

 

Sobre o Autor:

Nascido e criado na Grande Florianópolis, escreve a pouco tempo mas sente a muito. Apaixonado por História, histórias, vivências e experiências. Já participou de duas antologias e agora corre atrás de uma publicação solo. A vida é poesia, vivemos em poesias, e enquanto vivos nós somos a poesia.

 

Revisão: Pamela G. Augusto

20 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


Post: Blog2 Post
bottom of page