top of page

Revista Literatura Errante - Editorial da 4ª Edição



Memória.

Cientistas dizem que recordar é recriar. É um processo pelo qual procuramos reconstituir algo com o melhor grau de fidelidade possível. E como bem diz o ditado cada conto aumenta um ponto. Ai de nós, então, se não tivéssemos memórias auxiliares, como a escrita, registros fotográficos ou fílmicos!

Mas, de qualquer maneira, registrar e lembrar são processos que inevitavelmente deixam traços de quem o faz. Sua opinião sobre o assunto, suas dúvidas, seus viezes... Sempre há algo neste processo que deixa a marca do seu autor. E esse processo de criar memórias com um toque de autoralidade é feito com maestria pela arte. Memórias, verdadeiras ou fictícias, constroem identidades e civilizações, como a Odisseia construiu a identidade grega, o cinema hollywoodiano o fez ao sonho americano, os trovadores e menestréis fizeram a povos e reinos no assim chamado Medievo. Deste modo, o artista é fruto de seu tempo, e autor do tempo futuro. Às vezes de um futuro distante, outras de um futuro mais imediato (como uma novela da maior concessionária de TV do Brasil fazendo mudar a lei dos crimes hediondos, por exemplo).

Mas, a arte não se limita a isso. Como no genial soneto Ozymandias, de Percy B. Shelley, e suas incessantes citações na cultura POP, a arte reflete igualmente a perda da memória, a finitude, o esquecimento. A arte cria, recria e nos lembra que nada dura para sempre, nem a melhor memória nem o pior trauma.

Pareceu-nos, nesse momento histórico de transição de Eras, de intensa conturbação social e grande indefinição de identidades, que é válido falar sobre a memória, a arte, a responsabilidade do fazer artístico na construção das memórias individuais ou coletivas. Leia, reflita, divirta-se!

 

O Editor:

Pernambucano, ator e escritor. Escreve em versos desde a infância e entrou de cabeça no universo dos contos e romances em 2009. Escreve em diversos gêneros, desafiando-se regularmente. Tem trabalhos em obras realistas, de fantasia, ficção histórica entre outros. Idealizou o Literatura Errante, inicialmente um blog, e tem batalhado para fazer o Literatura Errante acontecer nos novos moldes.

Publica também em:

Wattpad: @PabloAGomes

Trema: Pablo Gomes

Redes Sociais:

Instagram: @pabloagomes

Skoob (usuário): PabloAGomes

Skoob (autor): Pablo Gomes

23 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
Post: Blog2 Post
bottom of page