top of page

Silêncio


Foto de uma mulher negra, forte
Foto de Boudhayan Bardhan (Unsplash)

Silencio.

Pausa nesta vida fria.

Palavras a arte cria.

Sigo nesta travessia

Sem rima ou melancolia.


Silêncio,

És minha ave galante.

Guia-me para novos horizontes.

Sem seu sussurro delirante,

Não encontraria a ousadia reinante


Silencio.

Encontro o Rei dos Reis.

Tua face assusta os iniciantes,

Pois mostra aos súditos sem voz

Os porões de crenças inebriantes.



Silêncio.

Como serva, te reconheço

No meu próprio recomeço,

Onde descubro entre meus medos

O maior dos meus erros.


Silencio.

Assim ouço a mim

Nos sons da razão,

Nas buscas de compreensão,

No esquecimento da emoção.


Silêncio.

Despertaste em minha alma

Esplêndida possibilidade.

Um voo além das travas

Da falsa identidade.


Silencio.

Encontro a plenitude,

Navego por espaços,

Leio nas entrelinhas

O viver de poesias.

 

Sobre a Autora:

Jussara Helene Martins, Odontóloga, Terapeuta e Escritora, sua alma livre permite permear por áreas tão distintas com leveza e alegria.

Atualmente reside no Litoral Norte de São Paulo, local que muito influenciou em seu posicionamento perante a vida, refletindo profundamente na escrita.


 

Revisão: Tati Iegoroff

63 visualizações4 comentários

Posts recentes

Ver tudo

4 comentários


Más una vez, qualquer palavra é insuficiente pra tecer qualquer elogio. Parabéns poetisa.

Curtir
Jussara Helene Martins
Jussara Helene Martins
12 de mai. de 2021
Respondendo a

Obrigada, de coração! 🙏🏽

Curtir

Parabéns, excelente!

Curtir
Jussara Helene Martins
Jussara Helene Martins
12 de mai. de 2021
Respondendo a

Obrigada ❤️

Curtir
Post: Blog2 Post
bottom of page