top of page

A mulher em seu desgosto


Palhaço Triste Com Flores Na Parede De Azulejos
Ilustração e colagem - Ketlyn Batista

Tudo que a mulher faz assusta ou desgosta

Esta estigma lhe foi imposta

Você finge que gosta quando ela goza.


O sangue na calcinha te enoja

Mas se estiver com a mesa posta

Você finge que dela gosta.


Para toda obra ela é disposta

Até nisso, de você ela é oposta

Respeita a mina seu monte de bosta.

 

Sobre a Autora:

Escritora e poeta, nascida em Pernambuco, mora nos Estados Unidos, desde 2002. Autora de Memórias de Armário; Carnaval, Futebol e Pandemia e dos contos das antologias: Gordes (Se liga editorial) e Nordeste em cores (Coletivo Oxelgbtne). Sua vivência como imigrante lhe proporcionou uma visão culturalmente diferenciada para proporcionar às suas personagens um empoderamento há muito perseguido pelas mulheres brasileiras, propositalmente proporcionando-lhes inevitáveis finais felizes.

 

Revisão: Carol Vieira

74 visualizações8 comentários

Posts recentes

Ver tudo

8 Comments


Carolina Vieira
Carolina Vieira
Mar 30, 2021

Eu sou fã desse poema lindo!

Like

Patrícia Roma
Patrícia Roma
Mar 10, 2021

Realista e atual!!! Adorei o poema!!!

Like
Danielle Aragao
Danielle Aragao
Mar 10, 2021
Replying to

Obrigada Titinha

Like

Respeita a mina seu monte de bosta.

Like

Mia Dailan
Mia Dailan
Mar 10, 2021

Eu amo essa mulher!!

Like
Danielle Aragao
Danielle Aragao
Mar 10, 2021
Replying to

Tb te amo Mia

Like

Na luta pra sempre! Muito real o poema. 😘

Like
Danielle Aragao
Danielle Aragao
Mar 10, 2021
Replying to

Sempre!


Like
Post: Blog2 Post
bottom of page