Ode aos nossos filhos

Dificuldade não há

Que supere a alegria desse olhar,

Tão sereno e luminoso.

E nada me é mais valioso

Do que o aconchego de seu abraçar.

E o que falar de seu sorriso?

Tão sincero e debochado,

Poderoso o bastante para exterminar qualquer desagrado.

É ao contemplá-lo que me revitalizo

E reencontro o propósito da batalha diária que travo.

E quanto ao bálsamo de sua voz?

Que acalenta o meu coração

E aquieta o meu ser?

Doce som que me enche de emoção

E dá sentido ao meu viver.

Amo-te imensuravelmente

E estarei ao seu lado em todos os momentos,

Pois foi a partir de ti que pude eliminar os meus lamentos.

Quantas tristezas deixaram de me dominar

Apenas por você estar lá.

Não espero que tenha a noção de sua importância em minha vida,

Mas saiba que és, minha querida,

A razão d’eu nunca esmorecer.

Vivo por ti, para ti e para te ver

Crescer, desabrochar e ser ainda mais feliz,

Pois ao contrário do que se diz,

O amor verdadeiro resume-se a ser parte de você.


Sobre a autora:

Brasileira, paulistana e formada em Letras - Tradução desde 2018, Karla Gama sempre amou escrever, porém, nunca teve coragem para expor os seus escritos por não julgá-los bons o suficiente. Até chegar o momento em que decidiu mudar de atitude e, principalmente, de pensamento: passou a acompanhar escritores experientes em busca de aprimoramento, e a publicar os seus escritos.

49 visualizações8 comentários

Posts recentes

Ver tudo

Silêncio

A Palavra