• Alladin

Falhou um Som

Falhou um som...

Oque?

Falhou!

Que?

O som, aí! Falhou.

Mas eu tô falando.

Mas não dá pra te ouvir.

Ah! E agora? Tão me ouvindo?

Não! Chega perto do roteador!

E agora?

Não! Sai e entra de novo.

Tá bom… Mas como sai?

Aperta no botão vermelho.

Ok, vou sair!

Vai!

Voltei! Tão me ouvindo?

Falhou um som...

O que?

Falhou!

Que?

O som, aí! Falhou.

Mas eu tô falando.

Mas não dá pra te ouvir.

Ah! E agora? Tão me ouvindo?

Não! Chega perto do roteador

E agora?

Não! Sai e entra de novo.

Tá bom… Mas como sai?

Aperta no botão vermelho.

Ok, vou sair!

Vai!

Voltei! Tão me ouvindo?

Falhou o som...

Pernambucano, ator, produtor cultural e escritor. Escreve versos desde a infância, influenciado pela família, mas entrou de cabeça mesmo na literatura quando largou a faculdade de ciências contábeis e começou a frequentar os saraus. Hoje ele se dedica em escrever seus textos e a produzir eventos culturais na região onde vive, no interior de Pernambuco, preservando espaços de cultura de resistência.

15 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
 
  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
  • Tumblr

©2020, Literatura Errante®, por Instituto dos Artistas Errantes.